domingo, 21 de fevereiro de 2010

FRUSTRAÇÕES


De repente percebe-se que todo o caminho andado, as noites de sono perdidas em onirismos e devaneios a lugar nenhum levaram. De volta ao ponto de partida sem nada a mais, a não ser a dor da experiência. E ainda subtraída a habilidade de acreditar em novas investidas... Bom seria se pudesse ao menos transformar frustrações e dor em arte, em poesia, mas tudo é tão sombrio tão sem sentido... Em meio a um turbilhão de mensagens, de códigos, de pessoas vãs indo e vindo, ouve se um pedido pra parar, um pedido não atendido, que talvez pudesse levar pra longe a amargura das horas vazias, que tiraria da alma todo e qualquer querer, qualquer vontade que de tão utópica a fizesse sofrer... mas no final das contas são só sentimentos

Nenhum comentário:

Postar um comentário