quarta-feira, 4 de junho de 2008

Saudades...

"Quando seus amigos

Te surpreendem

Deixando a vida de repente

E não se quer acreditar...


Mas essa vida é passageira

Chorar eu sei que é besteira

Mas meu amigo!

Não dá prá segurar..."


(versos da música vida passageira - IRA)



(Desenhado há cerca de 4 anos por um amigo que me "surpreendeu"...
às vezes as pistas são tão claras, mas parecemos não compreender...)

Valeu por todos os abraços, sorrisos e por todos momentos de alegria...
desculpe qualquer coisa... Sempre lembrarei das rodas de violão... dos shows...

Rock`n`roll can´t never die! (nem seus verdadeiros representantes...)


Um comentário:

  1. Foda isso!!! Eu na minha sanha de escrever, redigi uma consistente quantidade de linhas a respeito de um ensaio deles a que eu assisti uma vez no Minotauro, enaltecendo o tanto de potencial que eles tinham, ainda que o som fosse bastante cru. Um dos vários bugs no meu PC fez este texto se perder, mas eu guardo na lembrança a visão daquele ensaio como uma oração.

    Penso que as pistas são, sim, por demais óbvias. Não é que nós não as compreendamos, acho que simplesmente preferimos interpretar de outra forma, não acreditar, eufemizar tudo para que viver seja uma experiência mais palatável.

    Ao menos ele registrou uma gravação em CD, que eu tive a oportunidade de adquirir através do Dudu. Muito pouco pra quem sabia sobre a sua capacidade de criação. Ficou uma promessa não cumprida e muito por fazer. Não consigo enxergar nisso a alguém algum contento.

    E que, por nós olhe, este anjo novo.

    ResponderExcluir